*Todas as oficinas acontecerão no período matutino, das 8h às 12h.
**Oficinas de 8 horas ocorrerão nos dois dias do evento, apenas no período matutino.

27 de julho (segunda-feira)

1. Verdades e mentiras sobre a Libras / Libras Básica (Luci Teixeira Iachinski) [vagas esgotadas]

  • Oficina de 8 horas – segunda e terça-feira
  • Até 15 participantes.
  • Objetivo: Apresentar aos participantes um pouco da história da Língua Brasileira de Sinais e os principais precursores da mesma.


2. Treinamento: Portal Capes, Site da Biblioteca e Rede CaFe (José Guterres Carminatti)

  • Até 30 participantes.
  • Objetivo: Treinar os participantes para uso do Portal Capes, da Rede Café e dos tutoriais disponíveis no site da biblioteca.
  • Materiais opcionais: aos inscritos que tiverem tablet ou smartphones, poderão utilizar também na oficina.


3. Da xícara ao Becker: o uso de plantas medicinais no ensino de ciências (Marilândes Mól Ribeiro de Melo e Licenciando do Curso de Química do IFC – Câmpus Araquari) [vagas esgotadas]

  • Até 25 participantes.
  • Objetivos: Investigar o nome científico, o princípio ativo, a representação das estruturas químicas e a nomenclatura de algumas plantas medicinais (hortelã, erva doce, boldo) e realizar uma atividade denominada “Oficina de Chás”.


4. Capacitação: Contação de histórias (Angela Chistina Patitucci e Deisy Davi) [vagas esgotadas]

  • Oficina de 8 horas – segunda e terça-feira
  • Até 20 participantes.
  • Objetivo: Capacitar os participantes para contar histórias para crianças e outros tipos de ouvintes.


5. Exercendo a Rádio na Escola (Paula Clarice Santos Grazziotin de Jesus, Marília Regina Hartmann, Camila Guesses, Samuel Cordeiro Pageno)

  • Oficina de 8 horas – segunda e terça-feira
  • Até 40 participantes.
  • Objetivo: Socializar o conhecimento sobre implantação e funcionamento da rádio escolar como ferramenta educacional, por meio da prática de produção e edição de áudio no software livre Audacity.
  • Materiais obrigatórios: O participante inscrito deverá levar obrigatoriamente, como material para a oficina: 01 headphone ou fones de ouvido e microfone; 01 gravador de voz ou smartphone com a opção de gravador de voz; 01 cabo para passar o áudio para o computador.

 


 

28 de julho (terça-feira)

6. Desvendando os mistérios da química: Uma intervenção pedagógica utilizando produções cinematográficas (Otoniel Carvalho de Braga e Licenciandos do Curso de Química e do PIBID do IFC – Câmpus Araquari) 

  • Até 25 participantes.
  • Objetivos: Apresentar uma intervenção pedagógica que instiga a percepção e a reflexão dos alunos, sobre as ciências. Trechos selecionados de produções cinematográficas serão utilizados como ponto de partida para os questionamentos e discussões de conceitos físicos e químicos observados em experimentos que podem ser aplicados com alunos do ensino médio.


7. A química e a biologia lidas e escritas a partir de livros paradidáticos e/ou de divulgação cientifica (Anelise Grunfeld de Luca) 

  • Até 20 participantes.
  • Objetivo: Oportunizar reflexões acerca da leitura e da escrita nas produções de estudantes das Ciências, a partir de livros paradidático e/ou de divulgação científica.


8. Não tenha mais dúvidas! Tudo sobre o novo acordo ortográfico e dicas da Língua Portuguesa (Marilene Maria Schmidt) 

  • Até 30 participantes.
  • Objetivos: Favorecer o aprimoramento do conhecimento com relação ao novo acordo ortográfico e sanar dúvidas frequentes a respeito da língua portuguesa.


9. A química da fotografia: possibilidades em sala de aula (Karine Arend) [vagas esgotadas]

  • Até 15 participantes.
  • Objetivo: Discutir a química da fotografia, especificamente a cianotipia que pode ser desenvolvida no ensino da química.


10. Discussão e prática do ensino da matemática nas séries iniciais do Ensino Fundamental (Vanessa Neves Hopner)

  • Até 30 participantes.
  • Objetivos: Desenvolver a capacidade de análise e reflexão nas situações de aprender e ensinar matemática, diante dos problemas do professor no momento da prática, acrescentando os novos saberes aos pré-existentes.


11. Acessibilidade na Educação – Provocativos para um mundo melhor (Mario Cezar da Silva)

  • Até 30 participantes.
  • Objetivos: Fazer provocativos sobre a Educação Inclusiva e os paradigmas que dificultam sua efetivação, sensibilizar sobre os direitos das pessoas com deficiência, vivenciar e  preparar os olhares para a acessibilidade como fator fundamental para a inclusão.
  • Novas inscrições somente no dia 27 de julho, pela manhã, para as oficinas com vagas em aberto.