Download da programação aqui

Palestra de abertura: “Educação Científica Para a Redução das Desigualdades” – 06 de novembro de 2018

Professora Dra. Joana D’Arc Félix de Sousa – ETEC Carmelino Corrêa Junior (Centro Paula Souza)

Pós-Doutora em Química pela Harvard University, e especialista em Reaproveitamento de Resíduos do Setor Coureiro-Calçadista  para a Produção de Produtos para as áreas Biológicas, da Saúde, de Química, Agropecuária, Energias Renováveis e Construção Civil. Joana é professora e coordenadora do Curso Técnico em Curtimento na ETEC Prof. Carmelino Corrêa Junior (Centro Paula Souza). Sua trajetória acadêmica inclui 56 prêmios, com destaque para a eleição de “Pesquisadora do Ano” no Kurt Politizer de Tecnologia de 2014, concedido pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abquim), além de premiações em concursos do Conselho Regional de Química do Estado de São Paulo e na Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia), evento anual organizado pela USP (Universidade de São Paulo).

 

Mesa-Redonda: “Ciência para a Redução das desigualdades” – 07 de novembro de 2018

Professora Dra. Jaqueline dos Santos Soares – Universidade Federal de Ouro Preto

Pós-Doutora em Física pelo G.R. Harisson Spectroscopy Laboratory. Massachusets Institute of Technology (M.I.T.), com pesquisas voltadas para detecção de doenças utilizando espectroscopias (Raman, reflectância e fluorescência). Atualmente é professora no Departamento de Física da Universidade Federal de Ouro Preto. Jaqueline é uma das sete cinetistas vencedoras do Prêmio L’Oreal – Unesco – ABC para Mulheres na Ciência 2018, com um projeto que busca criar próteses ortopédicas e dentárias mais resistentes utilizando talco produzido a partir de pedra-sabão.

Tema: “Ciência como Profissão”

 

 

 

Professor Dr. Eduardo Guedes Pacheco – Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na linha de pesquisa Filosofias da Diferença e da Educação, com trabalho voltado para a formação de professores interessados em problematizar sobre a arte dentro do contexto educacional. Professor do Curso de Música – Licenciatura da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, Eduardo é instrumentista solo de percussão e busca trabalhar em espaços identificados com a educação, visando aproximar o fazer artístico das discussões presentes no campo educacional. Também coordena o grupo de Pesquisa ARTDIFE – Arte, Diferença e Educação, grupo que envolve os cursos de Licenciatura em Música, Dança, Artes Visuais e Teatro da UERGS e leciona no Programa de Pós-Graduação em Educação da mesma universidade.

Tema: “Artistando a Resistência – Lutas contra a desigualdade”