III CONGRESSO NACIONAL DO ENSINO AGRÍCOLA (CONEA) / VI CONGRESSO ESTADUAL DOS TÉCNICOS AGRÍCOLAS DE SANTA CATARINA (CETASC) / XI ENCONTRO ESTADUAL DO ENSINO AGRÍCOLA (ENEASC)

TEMA: “EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, COM ÉTICA E RESPONSABILIDADE”

PÚBLICO ALVO: Diretores, coordenadores e professores dos cursos técnicos em agropecuária;
Profissionais técnicos agrícolas associados nas entidades ATASC e SINTAGRI;
Lideranças de alunos dos cursos técnicos em agropecuária do estado de Santa Catarina;
Demais profissionais ligados a formação e atuação profissional dos técnicos em agropecuária no Brasil.

 

INTRODUÇÃO

Santa Catarina é um estado peculiar na agropecuária, caracterizando-se na produção familiar em pequenas propriedades rurais com alta produtividade, estamos entre os maiores produtores do Brasil em aves, suínos, leite, frutas, hortaliças e diversos grãos. O profissional Técnico em Agropecuária é imprescindível nesse processo de produção.
Santa Catarina se tornou um grande produtor de alimentos por via de uma eficiente Extensão Rural pública e particular, levando ao homem do campo as técnicas produtivas e aliado ao amor e apego a preservação de meio ambiente e seus costumes, assegurando a manutenção da cultura de nosso povo.
A educação profissional deve cada vez mais, buscar excelência na formação desses profissionais que fazem do campo um ambiente produtivo, produzindo alimentos com responsabilidade social e ambiental.

JUSTIFICATIVA

Os técnicos em agropecuária precisam estar preparados profissionalmente para atender as necessidades do mercado de trabalho e principalmente exercer suas atribuições profissionais com responsabilidade e ética. Dessa forma destaca-se a importância dos temas debatidos nesse Congresso, onde se busca para todas as Escolas formadoras, proporcionar subsídios, debates e reflexões sobre suas responsabilidades e práticas pedagógicas adotadas.

OBJETIVO

Mobilizar os professores das Escolas sobre a Responsabilidade que eles têm na Formação Técnica de Excelência, com responsabilidade e ética. Colocando profissionais no mercado de trabalho que tenham condições de desempenhar suas funções como Técnico em Agropecuária.

METAS DO EVENTO:

  1. Identificar e discutir as novas tendências para o Ensino Profissionalizante no Estado e no Brasil;
  2. Debater e trocar experiências com os profissionais técnicos em agropecuária que já estão atuando na área do agronegócio e da agricultura familiar;
  3. Melhorar e aproximar as relações entre os profissionais participantes fortalecendo a qualidade do ensino agrícola;
  4. Debater sobre a responsabilidade das Escolas em formar profissionais técnicos de excelência, capacitados para desenvolverem plenamente suas atribuições profissionais.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Pretendemos com as explanações, debates e reflexões, mostrar que a legislação é clara sobre as atribuições profissionais do Técnico Agrícola e também sobre a responsabilidade das instituições de ensino, formadoras desses profissionais, em trabalhar as competências, habilidades e conhecimentos necessários para que eles possam adquirir seus registros profissionais e exercer sua profissão conforme prevê a lei, com ética e responsabilidade.